5 ERROS QUE PODEM COMPROMETER O SEU TREINO DE BRAÇOS

Ter os braços fortes e trincados é objeto de desejo de todo maromba. E, claro, para isso um bom treino de braços é essencial.

Mas apesar de ser um dos mais praticados nas academias, o treino de braços frequentemente é feito de forma errada, o que pode comprometer todos os resultados.

Aliás, é possível que justamente porque o treino de braços é um dos mais praticados nas academias é que seus erros se proliferam tão rápido: um copia o outro, que copia o um, e assim um erro vai se alastrando pelo mundo todo.

Se você está em busca de braços grandes e os resultados não estejam aparecendo, talvez você esteja fazendo isso errado.

Aqui, vamos mostrar alguns erros comuns. Se você faz algumas dessas coisas aí embaixo no seu treino de braços, é bem provável que seus resultados estão piores do que poderiam.

Se liga:

5 ERROS QUE PODEM COMPROMETER O SEU TREINO DE BRAÇOS

1- Você está ficando obsessivo com o seu bíceps

quando mudar o treino  2

… e ao mesmo tempo negligenciando o tríceps.

A maioria das pessoas costuma dar mais ênfase ao músculos mais “vísiveis” – peito, bíceps, etc. – e acabam esquecendo dos músculos da parte de trás do corpo.

E também é importante lembrar que os músculos “puxam” o desenvolvimento uns dos outros. Isso significa que trabalhar o tríceps vai abrir caminho para um bíceps maior e mais impressionante.

2- Excesso de treino

overtraining

Treinar os braços todos os dias não é legal. Os músculos precisam de descanso para crescer de verdade, e estimular um músculo ou grupo muscular é não deixá-lo descansar.

Você precisa dar um intervalo de cerca de 48h para o músculo se recuperar, ou você vai colocar todos os seus ganhos em risco – o overtraining é um problema real e a gente já falou bastante dele aqui.

Isso vale não apenas para os braços, mas para o corpo todo. Mas não há como negar que os braços, por serem considerados o “cartão de visitas” do corpo trincado, acaba sendo o foco principal.

É um erro mais comum entre quem está começando, mas vez ou outro se vê atletas mais experientes caindo nessa. Não vacile: treinar o mesmo grupo muscular todos os dias é um erro grotesco.

3- Pouco tempo de treino específico

hipertrofia miofibrilar - descanso

A gente falou que o excesso de treino é prejudicial, e isso é uma verdade cientificamente comprovada. Mas não dá para ir pro outro extremo. A falta de treino, claro, é tão ruim quanto.

Não é porque os músculos crescem de verdade durante o descanso que você deve descansar mais do que treinar – até porque, é óbvio, os músculos só crescem durante o descanso se forem estimulados antes.

No caso dos braços, se treiná-los todos os dias é prejudicial, um “arm day” por semana também pode ser pouco.

Uma solução simples é fazer exercícios multiarticulares nos outros dias, que trabalhem músculos dos braços como sinergistas. Assim, você não estará forçando muito esses músculos, mas também não os deixará totalmente parados.

Claro que o volume de treino varia de pessoa para pessoas, e esta é uma recomendação com base na média – para ter uma informação específica para o seu caso, o ideal é conversar com um educador físico.

4- Troca de treino como quem troca de roupa

Jejum_intermitente_se_eu_fizer_perco_massa_muscular.jpg.jpeg

 

Direta, concentrada, martelo, alternada, cruzada, simultânea, spider. Tudo isso são só algumas das variações de um único exercício para os braços – a rosca -, que você pode fazer com nada mais do que um ou dois halteres.

Isso significa que você precisa fazer todos eles, ou mudar o seu treino a cada mês que passa? CLARO QUE NÃO!

Variar o estímulo é importante, mas não é por isso que você deve mudar o tempo todo. Você pode fazer os mesmos exercícios por um tempo considerável se prestar atenção na carga.

O exercício está fácil para você? Que tal acrescentar mais peso? Isso certamente vai funcionar como um novo exercício, diferente do que você vinha fazendo.

Além disso, fazer os mesmo exercícios por algum tempo é bom até para você acompanhar sua evolução – o que fica difícil se você muda os exercícios com muita frequência.

Mas que fique claro: você pode trocar os exercícios eventualmente, e essa variação de estímulo pode ser positiva também. Apenas não exagere e faça isso sempre com o suporte de um educador físico.

5- Amplitude de movimento ruim

verdades musculação

Pode ser por causa da carga muito elevada (em geral em momentos de exibicionismo ou por querer dar um passo maior que a perna), pode ser falta de experiência ou até de concentração: uma amplitude de movimento ruim torna seu exercício inútil!

A técnica ruim pode mudar completamente o “comportamento” do exercício em relação ao seu corpo, mudando o músculo em foco – o que significa que você vai achar que está trabalhando um músculo, e na verdade está trabalhando outro.

Para funcionar, o exercício precisa ser executado da melhor forma possível. A técnica é essencial. E isso você só desenvolve praticando – com calma, com carga adequada e com supervisão de um especialista.

Mantenha-se focado e concentrado no exercício o tempo todo. Preste atenção no movimento. Garanta que você está fazendo o exercício como ele deve ser feito, e que você está recrutando todas as fibras musculares que aquele movimento permite.

Autor: admin

Compartilhe este artigo no

1 comentário

  1. MATERIA-SENSACIONl-muito-boa

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *