Cuidado com a falsificação de suplementos!

 

cuidado-falsificacao-suplementos

CUIDADO COM A FALSIFICAÇÃO DE SUPLEMENTOS

Neste mês saiu a lista dos suplementos alimentares mais falsificados do mundo. No mundo todo a procura e o consumo de suplementos alimentares vem crescendo muito nos últimos anos. Infelizmente, assim como acontece com os remédios, crescem também os riscos de falsificação em torno desses produtos.

Os produtos falsificados são aqueles que não possuem em seu conteúdo o que está impresso nos seus rótulos e embalagens.

O problema dos medicamentos e suplementos alimentares falsificados ou abaixo do padrão se tornou universal e levou a Organização Mundial de Saúde a criar em 2006 a primeira aliança global contra a falsificação de medicamentos, batizada de IMPACT, envolvendo os 193 estados membros da OMS.

Consumir produtos sem garantia de procedência pode ser na melhor das hipóteses inofensivo, mas em muitos casos esses produtos representam um perigo real para a saúde daqueles que fazem uso deles.

O fato é que a “indústria da falsificação” está se especializando mais a cada dia, e fica cada vez mais difícil diferenciar produtos originais de produtos falsificados.

As estimativas são de que 1% das vendas de medicamentos nos países desenvolvidos sejam de origem duvidosa; nos países em desenvolvimento essa proporção chega a 10%.

Algumas lojas acabam fechando os olhos para esse problema e sendo coniventes assim com a pirataria. Muitas delas não verificam a procedência das mercadorias que vendem, e visando somente o lucro, compram de fornecedores obscuros, que muitas vezes entregam produtos falsificados a preços muito menores.

Os falsificadores usam os mesmos rótulos e embalagens de produtos conhecidos para enganar quem os compra fazendo pensar se tratar de um produto original.

Por isso eles podem ser vendidos mais baratos… eles NUNCA cumprem o que prometem. Algumas vezes os consumidores são tentados a economizar alguns reais e acabam comprando produtos de procedência duvidosa.

O Ministério da Saúde sempre faz o registro da empresa e depois, de cada produto.

Em um produto sem registro não há como saber se o que está encapsulado é exatamente o que está descrito na embalagem. Também não é possível saber em que condições de higiene esse produto foi fabricado.

Desconfie de lojas que vendem produto sem registro MS, pois elas tem uma ligação direta com o mercado negro.

As melhores marcas investem em infra-estrutura e controle de qualidade para que você possa ter a certeza de que as informações constantes no rótulo condizem com o produto.

BOAS NOTICIAS PARA O BRASIL

A ABENUTRI – Associação Brasileira de Empresas de Produtos Nutricionais, congrega as maiores empresas brasileiras voltadas para o segmento da suplementação nutricional. Dentre os objetivos e conforme estatuto da associação, tem como prioridade o combate ao uso de esteróides anabolizantes, apoiar os associados na regularização dos seus produtos junto às autoridades competentes e orientar a população no correto consumo de suplementação nutricional.

A partir de 2011, as caixas de medicamentos terão um selo de segurança para combater a falsificação e contrabando dos produtos. A autenticidade poderá ser verificada por meio de um equipamento de leitura ótica que deverá ser instalado em todas as farmácias e drogarias do país também no ano que vem.

A medida foi anunciada nesta quarta-feira pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) diante do crescente aumento da apreensão de medicamentos falsificados ou contrabandeados. Só em 2010, de janeiro a setembro, foram encontrados 53.575 produtos nessa situação.

Marcas de origem comprovada não contém anabolizantes na formulação.

Pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), liderados pelo professor Marcos N. Eberlin, analisaram 31 amostras de suplementos alimentares de fabricantes do Brasil e Estados Unidos, registrados pelo Ministério da Saúde e comercializados legalmente no país. A pesquisa, realizada com o objetivo de descobrir a presença de esteróides anabólicos (anabolizantes) e outros tipos de doping nos produtos, confirmou a ausência dessas substâncias, o que torna o seu consumo 100% seguro para praticantes de atividade física.

As marcas brasileiras analisadas foram Rainha Lab Nutraceutico, Integralmedica e ADS Lab Nutricional. Entre as americanas estão a Optimun Nutrition, Universal Nutrition, Labrada, Cytosport, Next Protein, Nature´s Best, Arnold Nutrition e EAS. “Nenhuma das amostras observadas apresentou íons referentes à testosterona ou esteróides anabolizantes”, afirma o professor Eberlin.

A Associação Brasileira de Empresas de Produtos Nutricionais – ABENUTRI – comemorou o resultado, pois esse é um passo importante para o esclarecimento da opinião pública. “A pesquisa é de extrema importância, pois os consumidores precisam saber quais empresas atuam com transparência. Ainda há muitos produtos sem procedência e registro no mercado negro da suplementação alimentar, frutos da falsificação e do contrabando. Nossa luta para que essa nuvem escura sobre o segmento desapareça só está começando”, comenta Euclésio Bragança, médico nutrólogo e presidente da ABENUTRI.

As amostras foram compradas em estabelecimentos comerciais autorizados na cidade de São Paulo, especializados no segmento de suplementação alimentar. “Com a pesquisa em mãos, o próximo passo é colaborar com as autoridades e encaminhar esse resultado à Anvisa para que o cerco à falsificação e ao contrabando seja apertado”, afirma o Dr. Bragança.

E viva a moralidade do mercado para o bem de todos nós!

Autor: admin

Compartilhe este artigo no

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *