Treino para endomorfos

Melhor treino para endomorfos:

Para conseguir resultados eficientes, antes de mais nada é preciso conhecer o próprio corpo. Muitas vezes, o treino que funciona para o seu amigo ou mesmo para o seu irmão, pode ser ineficiente para você.

Isso acontece porque cada pessoa tem um biótipo único e é preciso saber aproveitá-lo.

veja o treino para endomorfo

  • O que é um endomorfo?

Uma pessoa endomorfa é aquela que tem grande facilidade para ganhar peso e muita dificuldade na perda de gordura. O problema é que, apesar do ganho de peso ser muito fácil, esse peso costuma ser mais massa gorda do que músculo.

São aqueles que são naturalmente pesados, com ombros, caixa torácica e cintura largos.

  • Vantagens x Desvantagens

É verdade que facilidade em engordar e dificuldade em emagrecer é considerado um grande problema pela maioria das pessoas.

A dificuldade em perder gordura é, sem dúvidas, a maior desvantagem do endomorfo. Assim como a facilidade enorme em ganhar e acumular gordura.

Porém, uma qualidade que deve e pode ser explorada é o aumento de peso muscular, fácil para os endomorfos. Com uma boa dieta e treinos regulares, além de bastante força de vontade, essa característica pode ser muito bem aproveitada.

  • Precisa queimar gordura

Não tem jeito, o principal foco de quem é endomorfo deve ser queimar gordura. Só assim o corpo ganhará aquela forma bonita, com músculos definidos sem a famosa capa de gordura por cima.

A fase inicial de treinos deve ser composta principalmente de atividades aeróbicas associadas a exercícios com pesos, também concentrados na perda de gordura. Só depois que eles serão trabalhados com a intenção de ganhar músculos.

O ideal, em longo prazo, são treinamentos cíclicos. Eles reestruturam o metabolismo, ou seja, o corpo passa a queimar gordura e produzir massa muscular. Esse tipo de treinamento também aumenta o nível do hormônio de crescimento (GH), favorecendo a hipertrofia e o tônus corporal.

Também é importante alternar os treinamentos cíclicos com treinos para ganho de massa corporal. É ele que vai causar o crescimento dos músculos, além de gerar um impacto positivo no metabolismo.

O treinamento de alta intensidade (HIIT) é bastante indicado.

É preciso, antes de mais nada, ter paciência e disciplina. Só assim os resultados desejados conseguirão ser alcançados. Não desanime só por causa do seu estilo de corpo. Encontre um profissional competente e certifique-se de que seus treinos são adequados a você.

Feito isso pode ter certeza que seu biótipo não irá te impedir. Ao contrário, será seu aliado na busca do corpo desejado.

  • Diga sim à dieta

A dieta é, com certeza, o ponto chave para qualquer endomorfo. É a responsável por 95% dos resultados, os treinos ficam com apenas 5%. Isso acontece porque, por mais que se treine de forma regrada e o máximo possível, a má alimentação colocará tudo a perder e a gordura simplesmente não irá embora.

Seguir dieta não é sinônimo de sofrimento. Basta se atentar a algumas dicas:

Coma de três em três horas

Surpreso? Não fique. A verdade é que longos períodos de jejum só servem para contribuir com o acúmulo de gordura, pois o corpo entende que precisa fazer reservas para se manter funcionando.

Além disso, quando se fica muito tempo sem comer, as refeições acabam sendo muito maiores, pois a fome acaba acumulando.

Faça em torno de seis refeições por dia, comendo pequenas porções por vez. Além de você ficar mais saciado, seu metabolismo trabalhará mais rápido, o que consequentemente fará com que você queime gordura.

– Beba água

Acelera o metabolismo, hidrata o corpo, desintoxica o organismo e ainda previne que desidratação seja confundida com fome. O recomendo é que se bebam dois litros ao dia.

Faça da água a sua melhor amiga!

– Reduza os carboidratos

Reduza, mas não corte, pois a deficiência de carboidrato resulta no mau funcionamento do organismo. O ideal é a substituição por nutrientes do tipo complexo, presentes em integrais e na batata doce.

 

DIETA PARA ENDOMORFOS
A dieta é o ponto chave de qualquer programa para endomorfos. Colocando no papel, a dieta é responsável por 95% do sucesso alcançado por um endomorfo, os treinos somam apenas 5%. Isso não é exagero. Mesmo treinando o máximo possível, se um endomorfo se alimentar mal, não perderá gordura o suficiente para se orgulhar de seu corpo. Veja algumas dicas úteis:

6 Refeições por Dia: Isso pode surpreender algumas pessoas, mas quando nos alimentamos poucas vezes ao dia, o corpo armazena gordura para se proteger da fome. Além disso, a alimentação constante faz com que o metabolismo trabalhe mais, e consequentemente, queime gordura.

Beber água: A água potável ajuda a acelerar o metabolismo, transporta o fluxo de nutrientes e expulsa os resíduos.

Coma menos carboidratos: Reduzindo o consumo de carboidratos, seu corpo vai buscar energia nas fontes de gordura corporal. De preferência aos carboidratos de absorção lenta durante o dia (pão, batata doce, frutas, legumes, cereais), para não elevar os níveis de insulina.

Coma mais proteínas: O consumo de proteínas ajudará a manter seus músculos no processo de queima de gordura.

Lista de Alimentos Ricos em Proteínas

SUPLEMENTAÇÃO
Não pense em suplementos como “Remédios Milagrosos”, pois não são. Se você não seguir os passos que vimos acima, nenhum suplemento vai queimar gordura o suficiente. A função dos suplementos é maximizar os resultados dos treinos e dieta. Veja algumas opções que podem ajudar.

Termogênicos

Bloqueadores de Carboidratos

Cromo

CLA

 

Autor: admin

Compartilhe este artigo no