Qual a melhor dieta para atletas

Quando se está ativo, realizando exercícios físicos de uma forma periódica, com certa intensidade podemos dizer que acaba se tornando um atleta, mesmo que seja amador. E fica claro que para termos forças e energia para realizar essas atividades são necessários alguns alimentos essenciais para nutrir e repor tudo o que acabamos “perdendo” ao correr, fazer musculação ou qualquer outro tipo de exercício.

Qual a melhor dieta para atletas_

Veja abaixo uma lista deles:

Leite e iogurte desnatados

São alimentos ricos em proteínas de alta qualidade, água, fósforo, cálcio, vitaminas A e D, entre outras. Beba pelo menos um copo de tamanho grande – seja de iogurte ou de leite de manhã, – e outro à noite. Nos lanches que faz entre uma refeição e outra passe a adicionar queijo branco e requeijão. Infelizmente, a gordura contida no leite é a saturada; em vez de consumir as versões integrais, passe a comer e beber os desnatados e light.

Banana

É uma fruta bastante completa em nutrientes, repleta de vitaminas do complexo B, potássio e carboidratos. Rica em energia e não muito calórica é uma excelente alternativa para um lanche mais leve e rápido. Em vez de comê-la sozinha, misture com cereais (linhaça, aveia, ou granola) e adicione mel. Uma ótima opção para o pré-treino.

Peixes

Por ser uma carne de fácil digestão, leve e branca é a melhor que existe. Ao contrário das carnes de porco, boi e frango, sua gordura é boa e necessária para o nosso corpo. Sua proteína é facilmente utilizada e digerida. Caso não consiga ou não possa consumir pelo menos três vezes por semana, faça uma suplementação com cápsulas de ômega 3, duas vezes ao dia, nas grandes refeições.

Aveia

Apesar de ser um carboidrato, o seu índice glicêmico é pequeno, portanto, não vira glicose na corrente sanguínea e não acumula gordura de forma muito fácil. Pelos seus altos índices em nutrientes, como fibras, energia, vitaminas e minerais, ela conegue melhorar ainda mais qualquer receita, tornando-a mais saudável. Os melhores momentos para ingerir são no pré-treino ou mesmo antes de dormir. Assim, a energia fica mais duradoura.

Azeite de oliva

Com grandes quantidades de gorduras boas, as monoinsaturadas, não se acumulam nas artérias nem causam barriguinha ou gordura localizada. Essas gorduras nos fornecem energia, dificilmente fazem a pessoa engordar e produzem hormônios. É rica em vitamina E, um antioxidante para quem realiza atividade física, que não permite que as células sofram oxidação, ou seja, que não sejam danificadas. A melhor forma de consumir é na salada das principais refeições. Também pode comer com pães e torradas em lanches.

Peito de frango

Umas mais ricas fontes de proteína, bastante magra, de fácil digestão e absorção rápida, 0% carboidrato, 0% gordura e pequena quantidade de sódio. Não coma com receitas gordurosas, como à parmegiana, frito, à milanesa etc. Prefira grelhado ou com molho de tomate. As primeiras opções são receitas que engordam o alimento e lhe farão mal para a saúde.

Chá verde

Existem duas formas de consumi-lo: líquido ou em cápsulas. São dois os principais benefícios do chá verde, que é a melhora na recuperação do organismo, o que evita uma depressão do sistema imunológico e danifica as células antioxidantes, e  melhora a concentração e dá mais energia para os treinos. Isso porque ele é um ótimo antioxidante e contém altas doses de cafeína. Consuma 5 xícaras por dia ou 2 cápsulas de 500 mg cada.

Ovos

Já sabemos que não é mais um alimento que faz mal a saúde ou que engorda. Claro que a gema tem uma boa quantidade de colesterol, mas o que aumenta isso no nosso corpo é a gordura saturada, e o ovo não contém muito disso. Vale ressaltar que a clara é rica em albumina e não tem gordura. Esse nutriente é uma das melhores proteínas que encontramos na natureza, porém, não coma somente a clara, uma vez que a gema tem nutrientes muito bons como a biotina e o ferro. Em vez de prepará-lo frito no óleo, faça omelete, ovos mexidos e cozidos. De preferência para consumir à noite, já que a albumina, ao ser digerida, libera aminoácidos nosso sangue de forma lenta.

Autor: admin

Compartilhe este artigo no

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *